quinta-feira, 15 de abril de 2010

História escrita em duas mãos...


A nós amor que somos felizes assim...

Basta segundos para a minha felicidade aumentar, basta olhar o horizonte que te vejo, sinto-me observada, desejada, já não sinto a roupa no meu corpo, o calor percorre-me a alma, sinto-me perdida... o mundo é grande mas, o espaço em que me encontro é pequeno para nós, precisava de mais de não sei quantos mundos para ser o nosso mundo!

Sinto a necessidade de te ter, de te segurar, de sentir a frescura das gotas que percorrem a tua suavidade, preciso que o teu olhar me diga:" toca-me com a tua boca".

A minha língua sente o sabor do teu corpo sem te tocar, tudo dentro de mim te deseja, tento-me segurar mas é complicado pois o que mais quero é ter-te dentro de mim.

1º etapa: despir-te...

2º etapa: ter-te na minha boca a descer por mim...

3º etapa: ficar em êxtase por te saborear...

4º etapa: sentir-te deslizar no meu corpo...

5º etapa: gritar de loucura por te sentir...

6º etapa: arrepias o meu corpo por te ter dentro de meu ser...

7º etapa: acender um cigarro para me controlar...

8º etapa: sinto-me completamente tua...

9º etapa: deseja que não acabes...

10º etapa: o meu coração parou, foste a última gota a cair em mim...

Juro e jurarei que nunca te deixarei... Sempre Super Bock...

Kika's e Isabel's

3 comentários:

  1. momentos ...
    noites ...
    borgas ...


    VIV´A SUPER BOCK :):)

    ResponderEliminar
  2. Perdido em pensamentos, pois se não mudar o que faço hoje todos os amanhas permaneceram iguais a ontem neste mar chão de alma, mergulho profundo sem ar. Sem receio das palavras sei mais de amor, que os amantes shakespearianos, sei mais de ti que teu ego, tu os escreves avessos aos sentidos, e sei que nada sei. Enquanto algumas pessoas lêem a vida com óculos antigos existem em nossa volta lentes capazes de na velocidade da luz ou algo saído de uma ficção científica antever como e quais são as principais armas de uma nova ordem mundial.

    ResponderEliminar